COMO SER MAIS LEGAL NO BEHANCE (E DE QUEBRA ATRAIR PROJETOS)

cover_behanve

Eu dei risada aqui com o primeiro título que pensei para este post: como o Behance mudou minha vida. Porque se for substituir a palavra Behance por Ioga, Você, Veganismo também dá samba, de um jeito meio cafona, mas dá. Bom, sempre fui péssima em títulos, desde a época da escola e aí penso que tem coisas que não mudam mesmo. Enfim, tirando a minha abstração com o título, eu resolvi falar sobre como o Behance já me ajudou nessa vida de ilustração e te dar dicas-golden-plus que aprendi na prática. Não carrego milhões de seguidores e curtidas, mas o Behance sempre atraiu projetos. E não é pra isso que estamos aqui?! 

Se tem um jeito de você ganhar visibilidade nessa rede é através da Curadoria do Behance (Curated Galleries). Diariamente a equipe da rede escolhe os melhores trabalhos e quando o seu projeto é selecionado você vai se sentir feliz porque estará numa galeria VIP e o seu projeto ganhará uma singela tag, tipo uma estrela no seu caderno de artes. Essa galeria estará lá para os visitantes, pessoas maravilhosas que estão procurando profissionais também maravilhosos. Tá Clau, mas como faz pra entrar nessa parada de sucesso e divulgar meu portfólio? Na verdade tem N fatores que são avaliados: qualidade, originalidade, interação, imagens em alta e o cuidado em apresentar o trabalho. Desconfio que existem alguns outros motivos que ninguém comenta, mas eis o que descobri como usar o Behance e o que realmente funciona e deve ser levado em consideração por você, ilustríssimo.

1_behance1

Aprenda com quem está lá

Sinceramente, eu indico que você passeie pela galeria e veja como o povo faz. Analise, veja o que os projetos têm em comum. Tudo é dividido pelas categorias: illustration, advertising, design e por aí vai. Por isso é fundamental que você complete todo o Settings de cada projeto indicando a sua área de atuação (dá pra escolher até 3).

1_behanve

Deixa a pessoa ver com a mão

Eu amo essa expressão, sou dessas pessoas que vê um impresso e precisa tocar, sabe como é? Infelizmente não temos algo tão evoluído assim pelo Behance, mas dá pra mostrar detalhes do projeto ou portfólio e fazer a pessoa ter um sentimento próximo. Então, se você tem um material impresso, fotografe os detalhes e se são humildes jpgs faça o mesmo, se acanhe não. Esse aí foi o último trabalho que publiquei e ganhou destaque em Illustration e eu só dei ênfase em alguns personagens, simples, mas atencioso entende?

2_behance

Ser amigo de fé, irmão camarada

Eu já falei sobre isso no curso, e repito aqui: o Behance é um organismo vivo, portanto você precisa alimentá-lo. Comente projetos alheios, pergunte, curta, siga e faça parte das páginas de organizações e escolas (Discover > Schools and Organizations). Abraça todo mundo. Menos Facebook, mais Behance. Aliás uma coisa que costumam fazer é deixar um comentário e pedir para aquele ilustrador dar um pulinho lá no seu portfólio e conferir seu último projeto. Veja se o cara tem costume de responder as pessoas e deixe sua mensagem. Eu costumo dar mais atenção pra quem escreve coisas mais profundas do que “nice or love it”. Acredite, dá pra tirar infos legais disso. De novo, sem pensar no glamour, mas na chance de aprender com outro profissional.. 3_behance

Escolha a capa a dedo

Pense que a primeira coisa que as pessoas vão ver é a miniatura do seu projeto, portanto seja muito seletivo nessa parte. Ah mas claro Clau-chove-no-molhado, isso eu já sei! Só colocar uma imagem impactante e matadora do meu projeto e foi. Então, quase. Eu demorei pra perceber isso. Responda aqui pra mim: quando você olha todo o seu portfólio dá pra saber o que você tá oferecendo e a variedade do seu “cardápio”? E te digo que tem como fazer mesmo tendo o foco num determinado segmento: eu trabalho com foco em personagens, mas meus projetos mostram diferentes abordagens. Um é mais character design e focado nas expressões, o outro mostra personagens num contexto, num determinado cenário, interagindo e por aí vai.

4_behance

Lembrando que tem um conteúdo maneiríssimo e completo sobre o Behance no meu curso e um passo-a-passo digno de amizade pra vida toda. Abraça aqui. 

Té semana que vem!

Video-aula 5 dicas de portfolio ilustradora Clau Souza Estúdio Borogodó

Clau Souza

Ilustradora há 10 anos e está a frente do Estúdio, Lojinha e Cursos Criativos da Borogodó. Durante a sua caminhada pela estrada de tijolos amarelos da ilustração já teve a felicidade de estar em grandes publicações da área, como Lürzer's Archive, Zupi e Computer Arts. Desconfia seriamente de pessoas que não gostam de cores e tem pavor de palhaços (mas já teve que desenhar alguns).

More Posts - Website

Outros posts que você vai gostar!

9 comments

  1. Nossa, Behance é meio que uma ferramenta mistério para mim. Ainda não sei ao certo como funciona e como esse organismo se comporta. Sei que fiz um perfil por lá há algum tempo, mas nunca mais acessei para ver o que aconteceu com ele. Talvez eu volte a tentar usá-lo. Quem sabe me traz oportunidades legais. Valeu pelas dicas! (Realmente essa dos detalhes eu sempre deixo escapar da memória e esqueço de fazer.)

  2. Muito bom, estou procurando formas de aumentar os views e as curtidas dos meus projetos e acho que estou no caminho certo, visto que algumas das coisas que você citou para fazer, eu já faço. Bom saber que realmente funciona.
    Parabéns pelo Blog!

  3. Olá Clau,

    Adorei as dicas, fiquei muito feliz de existir alguém a dar boas dicas sobre o Behance, sempre senti a falta de “conversar” sobre isso. Tive que olhar para os outros projetos e investigar a melhor forma de apresentar os meus. Tenho lá o meu portefólio à algum tempo, já o modifiquei muito desde de então e pretendo aos poucos ir melhorando. Muito obrigada com certeza irei por tudo em prática!! Beijinhos de Portugal

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *